Férias, feriado e fim de semana não significam apenas descanso. Para muitas pessoas é o momento de colocar em prática aquela promessa de organizar a casa.

Para ajudar na arrumação e seleção do que realmente é útil e pode ser aproveitado, separamos algumas dicas:

Primeiro, avalie com a razão!

Guardar objetos e lembranças é uma tendência do ser humano. Os livros e apostilas da faculdade, que um dia podem ser necessários para uma consulta. As fotos e souvenirs daquela viagem inesquecível, para lembrar de vez em quando e mostrar para os amigos. Os brinquedos e objetos da infância, que guardam memórias felizes e no futuro podem ser repassados para os filhos ou sobrinhos. São muitas as justificativas que as pessoas dão para não se desfazerem de objetos que carregam um certo valor sentimental.

Apesar das boas lembranças, o acúmulo de objetos e coleções pode causar um grande transtorno em casa. Por isso, é preciso investir tempo na avaliação dos objetos guardados e manter somente o que pode ter uso futuro ou que realmente tenha alto valor sentimental. Desapegar faz bem.

Organize o que vai ficar!

Definidos os objetos que serão guardados, é hora de organizar. Coleções de livros, brinquedos e souvenirs podem compor a decoração da casa. Aposte em nichos e prateleiras para acomodar os itens mais bonitos e, em quadros e painéis, para expor fotografias e impressos.

Nem tudo poderá ficar exposto? Então embale-os com cuidado e armazene em caixas devidamente identificadas para facilitar a busca quando necessário. E grandes objetos como móveis e peças de decoração antigos ou herdados da família? Acomodá-los é bem mais difícil, mas muitas vezes podem ter utilidade futura.

Para quem não tem espaço em casa, uma boa dica é alugar um box num self storage. Muitos usuários usam essa opção para armazenar itens como decoração de Natal, utensílios de jardim, equipamentos de esportes e móveis que podem usar futuramente. É possível escolher o tamanho de box mais adequado e os contratos são mensais, sem necessidade de fiador, o que facilita a contratação. Para ter uma ideia do tamanho de box que precisaria, existe uma ferramenta que que faz esse cálculo: https://espacoamaisself.com.br/calculadora-de-espaco/

Como a gestão do espaço interno é feita pelo próprio cliente, as dicas de organização valem para o box também. Caixas devidamente identificadas, lista do que foi armazenado e móveis e utensílios embalados e distribuídos de forma que o acesso seja fácil são dicas importantes para que o box seja um espaço funcional e não um novo “cantinho da bagunça”.

Abrir chat
1
Olá!
Posso ajudar?
Powered by